O QUE AVALIAR AO ESCOLHER UMA BABÁ OU CUIDADOR DE IDOSOS?

Confiar em alguém para tomar conta de pessoas que demandam de cuidados é um problemão. Você precisa saber o que avaliar para escolher uma babá ou cuidador, e deve fazer isso com muita cautela. Sabemos que com toda a correria dos dias atuais nem sempre é possível passar o tempo que desejamos com os familiares. Mas algumas pessoas precisam de cuidado em tempo integral! E como escolher uma babá ou cuidador com toda a segurança e garantia de que é uma pessoa de segurança? Esse é um assunto que tira o sono de muitos pais e responsáveis. Então veja quais são as nossas dicas. Descubra escolher uma babá ou cuidador para te ajudar! Todos os anos vemos matéria e reportagens assustadoras sobre pessoas que deveriam cuidar e acabam maltratando crianças ou idosos. Por isso muita gente acaba com medo de contratar esses profissionais.

PREFIRA INDICAÇÕES

A melhor forma de fazer essa contratação é partindo de indicações de pessoas que você conheça, e com quem tem alguma intimidade. Isso ajuda a filtrar um pouco os profissionais, garantindo uma qualidade melhor de serviço.

PROCURE UMA AGÊNCIA ESPECIALIZADA

Você também pode fazer a contratação através de uma agência. Algumas delas disponibilizam, por exemplo, um ranking sobre o atendimento dos profissionais. Essas agências prezam muito pela qualidade do trabalho de seus profissionais. Geralmente matem um alto padrão, o que torna a função de escolher uma babá ou cuidador um pouco mais fácil.

O QUE CONSIDERAR NA HORA DA CONTRATAÇÃO?

Para escolher uma babá ou cuidador você deverá conversar com os profissionais e conhecer um pouco a respeito deles. É praticamente impossível tomar essa decisão sem conhecer bem os candidatos.

EXPERIÊNCIA

A experiência profissional é crucial. Ainda mais se a criança ou o idoso demanda de algum cuidado especial, como remédios ou vitaminas. Sendo assim, veja o currículo do profissional antes de tomar a decisão.

REFERÊNCIAS ANTERIORES

Se possível, peça a ele um contato do trabalho anterior para buscar um pouco de referência. Converse com os patrões e descubra como essa pessoa se comportava, como ela tratava o dependente e etc.

CONDIÇÕES BÁSICAS

Algumas coisas são mínimas para que uma pessoa possa ser responsável por um ente querido. Sendo assim, verifique, por exemplo, se essa pessoa é pontual, e se ela demonstra ter paciência durante a sua conversa. Higiene é outro fator crucial, por isso analise se a pessoa está bem apresentável, limpa e bem cuidada. Tudo isso pode refletir diretamente a forma como ela vai cuidar de seu filho ou idoso.

PROGRAME UM CONTATO PRÉVIO ENTRE A CRIANÇA OU O IDOSO COM A BABÁ

Outra maneira de escolher uma babá ou cuidador é promovendo um encontro entre esse profissional e a pessoa de quem ele vai tomar conta. Analise se durante esse encontro eles parecem se dar bem. Às vezes, a primeira vista você já vai identificar que o profissional não está de acordo com as suas expectativas. Também é importante para a criança ou idoso ter essa prévia para não estranhar tanto o cuidador.

COMO UM INVESTIGADOR PARTICULAR PODE LHE AJUDAR?

Uma maneira de garantir a segurança de sua família é contratando um detetive particular para analisar os primeiros dias de trabalho dessa babá ou cuidador. Esse profissional poderá não somente analisar como ela se comporta dentro de sua casa, durante o período de trabalho, mas também como ela age fora dali. No fim das contas, isso é muito importante. Um bom detetive será capaz de instalar câmeras de segurança, por exemplo, para verificar como a pessoa age em sua ausência. Escolher uma babá ou cuidador demanda muita atenção. Você não vai deixar uma pessoa que ama aos cuidados de qualquer pessoa. Sendo assim, dedique tempo e atenção para escolher o melhor profissional para cumprir esse papel.

Related Post

Whatsapp
Nós te Ligamos Mande um Whatsapp