Meu filho está usando drogas? – Parte 2

Em nosso último artigo, verificamos que uma grande preocupação dos pais em relação aos filhos jovens e adolescentes é a possibilidade de estarem envolvidos com drogas. O detetive particular é um profissional ao qual alguns pais recorrem para terem a confirmação desse tipo de comportamento, permitindo que tomem as providencias necessárias. Começamos a ver também que há sinais característicos que denunciam o uso de drogas. Confira, a seguir, mais alguns desses sinais:

Gastos e mais gastos

Quando o consumo é mais acentuado, especialmente quando o vício já se instalou, o jovem tende a gastar cada vez mais dinheiro com as drogas. Isso pode comprometer boa parte da remuneração, caso o jovem trabalhe. No entanto, quando não trabalham, pedem cada vez mais dinheiro aos pais. Há casos em que o jovem vende alguns de seus pertences, ou mesmo da família, para sustentar o vício, o que compromete bastante a vida financeira dos familiares. Por isso, diante de gastos inexplicáveis, é importante estar atento.

Mudanças na alimentação

As mudanças alimentares podem ser algo comum durante a adolescência. Em fase acentuada de crescimento ou por conta da prática de exercícios físicos, pode haver um aumento no apetite. Em contrapartida, o desejo de emagrecer pode levar o adolescente a comer menos. É preciso ficar atento, porém, porque o uso de determinadas drogas altera o desejo alimentar. O álcool, por exemplo, tende a reduzir a fome, enquanto a maconha tem efeito inverso, aumentando o apetite.

Alterações no sono

Há drogas que oferecem uma espécie de efeito calmante e relaxante, como a maconha e o próprio álcool, o que tende a aumentar o sono nas pessoas que consumirem essas substâncias. Em compensação, há substâncias estimulantes, como a cocaína e o ecstasy, que tendem a deixar o indivíduo mais ativo. É preciso estar atento a essas alterações. Os psiquiatras, porém, ressaltam que a sonolência excessiva também pode ser sinal de outros problemas que devem ser investigados, como a depressão.

Pupila dilatada

As drogas provocam diferentes reações no organismo, que podem incluir alterações na pressão arterial, na quantidade de batimentos cardíacos por minuto, na musculatura, entre outros. Um sinal que pode indicar o uso de determinadas substâncias é a dilatação na pupila, uma reação química da droga no organismo. Isolamento social

Como citado em nosso último artigo, quando o indivíduo encontra prazer no uso de drogas, pode achar que as outras atividades que antes lhe eram prazerosas perderam a graça, ou não são tão interessantes assim. Além de deixar hobbies de lado, os próprios relacionamentos da pessoa se tornam desinteressantes, provocando um afastamento do jovem de seus amigos ou familiares. Embora a tendência seja de que os pais se preocupem com os filhos que saem muito de casa, a retração e o isolamento também são sinais para prestar atenção.

Esteja atento aos sinais apontados e, se desejar obter provas para tirar todas as dúvidas, contrate um detetive particular.

Related Post

Whatsapp
Nós te Ligamos Mande um Whatsapp