Como funciona a investigação conjugal?

Investigação Conjugal Traição

Qualquer tipo de relação pode apresentar problemas, seja amizade, no trabalho e principalmente em um relacionamento amoroso. Quando existem algumas suspeitas de que existe uma traição, o detetive conjugal pode ser acionado e assim iniciar uma investigação conjugal.

O detetive conjugal é um detetive particular especializado em confirmar ou acabar com suspeitas de uma traição.

Investigação conjugal é essencial para tirar as dúvidas

Se a pessoa tem suspeitas de que o seu cônjuge está a traindo, não é recomendado fazer a investigação por si só. Além de não ter experiência em coletar provas, pode ser que ela seja facilmente vista e até mesmo perca a razão ao constatar a traição.

Sendo assim, contratar um detetive particular para fazer a investigação conjugal é o ideal. Isso porque, além de ter várias táticas reconhecidas, esse profissional tem em mãos várias ferramentas de localização e de monitoramento, e age completamente em sigilo.

Sinais de que é preciso fazer uma investigação conjugal

Diversos indícios podem revelar uma traição e, muitas vezes, eles são percebidos rapidamente. Confira a seguir alguns comportamentos suspeitos e que precisam ser confirmados por uma investigação conjugal completa:

  • o seu par esconde ou desliga o celular quando está com você;
  • chega mais tarde em casa ou esquece facilmente dos compromissos do casal;
  • alterações anormais de humor;
  • vaidade a mais que o normal;
  • atende o telefone em outro cômodo ou até mesmo sussurra ao atender;
  • mente sobre seu paradeiro;
  • comportamento alterado (aparenta estar desconfortável ou desconfiado);
  • relações sexuais mais raras e com falta de interesse.

Como proceder?

Se a pessoa está com fortes suspeitas e já decidiu que quer contratar um detetive conjugal para realizar investigação, o ideal nessa primeira fase é escolher o melhor profissional para executar o trabalho. Para isso, ela pode pesquisar, procurar indicações e até mesmo entrar em contato com os próprios detetives.

Após encontrar um detetive particular, a pessoa pode marcar uma consulta, explicar o caso e decidir se aquele profissional pode ajudá-la no que é preciso ser feito.

Se gostar do perfil e experiência do detetive particular, ela irá explicar o serviço que deseja que seja feito e assinar o contrato, assim como irá dar detalhes e contar os indícios da traição e explicar os motivos que a fazem estar desconfiada.

É muito importante que a pessoa siga as orientações do detetive para que não coloque a investigação em cheque.

Como trabalha o detetive conjugal?

Antes de ir para a rua coletar provas, o detetive particular irá mapear os principais locais em que o suspeito frequenta, seja emprego, casa de amigos e locais de lazer. Ele também irá mapear as horas que a pessoa trabalha, onde almoça e que horas chega em casa. O detetive irá seguir, tirar fotos e, se precisar, colocará um monitorador no carro da pessoa, com o intuito de saber 24 h por dia onde a pessoa está indo. Há casos em que é preciso usar o celular espião, podendo ouvir áudios e ligações telefônicas.

O detetive acompanha o suspeito da melhor maneira: pode ser a pé, com carro, moto ou até de longe, dentro de algum estabelecimento. O detetive mantém contato frequente com a contratante, fazendo relatório das pistas.

Geralmente, em poucos dias o investigador conjugal irá chegar na resposta, ou seja, se houve ou não traição. Independente se houve ou não, o detetive irá entregar tudo que conseguiu para a contratante, já que ele realizou uma investigação completa. Se a contratante quiser fazer um flagra, é preciso combinar corretamente com o profissional antes.

O que acontece quando existe adultério no casamento?

A contrário do que algumas pessoas pensam, a traição em um casamento não é um crime, mas de qualquer forma é uma atitude que pode trazer ônus para o traidor, principalmente se o casal tiver filhos. As provas e relatórios do detetive conjugal possuem um grande peso para provar o adultério judicialmente. Se a pessoa que traiu tiver a guarda dos filhos, perderá o direito à pensão alimentícia.

Em alguns casos, se foi a mulher que traiu, ela pode perder o direito de usar o sobrenome de casada. Mas a partilha de bens e guarda dos filhos não têm nenhuma alteração, independente do que aconteceu. Existem casos específicos que a pessoa traída pode processar o traidor por danos morais e se ganhar a causa, pode ser indenizada.

Quais os limites legais?

O detetive particular não é policial e não tem nenhum poder judiciário. Sendo assim, ele é uma pessoa que precisa seguir a lei assim como os outros cidadãos. Ele deve agir como um paparazzo na vida do investigado, de modo eficiente e sigiloso. Mas ele apenas pode utilizar mecanismos que a lei permite. A lei brasileira é bem clara no que se diz a privacidade, sendo assim grampear ligações é ilegal, por exemplo.De maneira lícita o detetive consegue suas provas sem problemas, e a investigação pode correr normalmente.

Provas Coletadas - Investigação Conjugal

Provas Coletadas – Investigação Conjugal | Elite Detetive

O detetive, por lei, precisa manter a identidade da contratante em sigilo, assim como está proibido de divulgar publicamente toda e qualquer prova coletada. Essa regra só muda quando se trata de um processo jurídico onde essas provas irão ser usadas para confirmar o adultério.

Conte com os serviços de detetives particulares de qualidade

A Elite Detetives está no mercado há mais de 20 anos atendendo e solucionando casos de muita relevância, tendo assim uma sólida experiência em investigação particular. Conte conosco para investigar por você. Nossa equipe de detetives particulares irá resolver seu caso, trabalhamos com investigação conjugal, empresarial, familiar, entre outros. Portanto, entre em contato e faça já seu orçamento.

Acabe com suas suspeitas
Whatsapp
Nós te Ligamos Mande um Whatsapp