Como avaliar a índole de uma cuidadora de idosos

Saber como avaliar a índole de uma cuidadora de idosos é extremamente importante, principalmente nas famílias pequenas, em que a mulher e o marido trabalham fora, os filhos não moram mais em casa e você tem algum ente querido dentro de casa que necessita de cuidados. Normalmente, quando se tem a necessidade de ter uma cuidadora para ajudar um parente que já não consegue mais viver sozinho, a cuidadora acaba sendo considerada como uma tábua de salvação. Assim, aqueles que dispõem de recursos, podem garantir que exista uma ou mais acompanhantes que fiquem 24 horas por dia e todos os dias da semana cuidando do seu ente. Por isso, a importância de se avaliar muito bem a índole da cuidadora.

Saiba mais como avaliar a índole ou até mesmo escolher uma cuidadora de idosos

É interessante saber como avaliar a índole de uma cuidadora de idosos, pois se os seus pais ou avôs possuem dificuldades de se mobilizarem ou até mesmo já começaram a se esquecer de coisas frequentes, tal profissional pode ajudar no acompanhamento de algumas tarefas simples, deixando a família mais tranquila. Normalmente, na fase da terceira idade é o momento de se avaliar e entender como escolher uma cuidadora de idosos, onde essas profissionais sempre acabam sendo uma ótima alternativa para aquelas famílias que precisam de garantia de segurança, porém não fazem a opção de uma casa de repouso. Assim, se as pessoas que são responsáveis pelo idoso chegarem a conclusão de que chegou a hora de escolher uma cuidadora de idosos, é preciso pensar em alguns passos essenciais no processo dessa contratação, em que se deve observar alguns fatores, os quais são:
  • Procure conhecer as principais atribuições da cuidadora de idosos, ou seja, se ela irá acompanhar o idoso durante todo o dia e conforme as necessidades de cada tipo de família, onde em alguns casos é necessário que ela durma no local.
  • Normalmente, a cuidadora de idosos acaba sendo responsável por realizar o acompanhamento dos medicamentos em que a pessoa está tomando e no horário correto, conforme a prescrição médica.
Além disso, ela deve saber corretamente auxiliar o idoso no momento do banho e em outras horas de higiene pessoal, fazer companhia, conversar e diminuir a solidão.
  • Uma dica é que você busque por uma profissional que seja qualificada, onde você deve se atentar nesse momento nas capacidades da cuidadora. Caso você não saiba, acompanhar uma pessoa acaba sendo um trabalho delicado e que exige muita responsabilidade.
  • É essencial que o familiar busque trabalhar junto com o idoso a aceitação da cuidadora, pois muitas vezes os idosos associam a imagem de uma cuidadora como algo negativo, ou seja, como se ele já estivesse perdendo a sua capacidade de fazer coisas sozinho.
Assim, é importante que a família realize todo esse processo de aceitação, pois com isso o idoso irá compreender o quanto ele irá se beneficiar com tal acompanhamento.
  • Procure ainda conhecer a legislação dos cuidadores de idosos, pois esse entendimento é um passo essencial quando se pensa em contratar uma cuidadora, embora o Código Brasileiro de Ocupação ou CBO, realiza a definição de que o cuidador de idosos deve possuir carteira assinada.
Com isso, é importante que a família providencie de forma imediata o contrato que está sendo assumindo em relação a responsabilidade pelos diretos trabalhistas da cuidadora contratada, onde tal profissional possui direito a salário fixo, férias remuneradas, repouso na semana, décimo terceiro, entre outros benefícios. Mas, se você não sabe como avaliar a índole de uma cuidadora de idosos, você pode contar com a ajuda de um detetive particular, o qual é um profissional capacitado para enxergar de uma forma clara todos os fatos e dados que uma pessoa normal não consegue enxergar. Assim, você ficará bem mais tranquilo!

Related Post

Nós te Ligamos Mande um Whatsapp