Principais diferenças entre um espião e um detetive

Principais diferenças entre um espião e um detetive

A profissão do detetive particular causa muita curiosidade nas pessoas, principalmente porque diversos estereótipos são difundidos em livros, jogos e produções audiovisuais. Ao mesmo tempo, os serviços de investigação particular oferecidos por este profissional são cada vez mais procurados e, com isso, acabam surgindo várias dúvidas em relação à atuação dos detetives.

Diferenças entre detetive particular e espião

Muitas vezes, quem faz a contratação de detetive particular acredita que ele irá trabalhar como uma espécie de espião. Contudo, essas atividades são distintas e as investigações particulares conduzidas pelos detetives seguem os parâmetros legais. A indústria cultural acabou criando diversas histórias e cenários em que os conceitos se misturam. Assim, o detetive particular é visto como se fosse um espião e vice-versa. Por isso, é necessário desmistificar a figura dos detetives e entender que este é um profissional especialista. Uma das diferenças entre estes profissionais, é em relação ao público-alvo. Os clientes do detetive particular são pessoas que precisam do serviço, enquanto as motivações têm pouco peso para a realização do trabalho do espião. Além disso, é importante entender:

A função do detetive particular

Os detetives são contratados para investigar a fundo algum assunto específico, com o objetivo de ajudar seus clientes. Para isso, eles reúnem provas que são capazes de comprovar ou não as suspeitas de quem o contratou. Assim, a figura deste profissional é contrária a do espião. Inclusive, existem diversos casos em que um detetive particular é contratado para atuar em situações que envolvem contraespionagem.

Uma boa parte das demandas de trabalho que chegam para os detetives objetivam a coleta de evidências para fins jurídicos, sendo a profissão bastante reconhecida pelo mercado por também trabalhar em conjunto com outros profissionais, como advogados, por exemplo. Além de atuar dentro da lei, a investigação dos detetives também deve ser sigilosa, para manter a privacidade do cliente.

A função do espião

O espião, por sua vez, não conduz investigações e sim espia, como o próprio nome sugere. Apesar de seu foco também ser coletar provas, muitas vezes não leva em conta quaisquer questões legais, não se importando em descumprir regras e leis. Ou seja, este é um profissional cujo trabalho fica à margem da lei, atuando por sua conta e risco. Os recursos e ferramentas que são utilizados pelo espião também são diferentes, podendo o mesmo fazer uso de qualquer tipo de meio para chegar ao seu objetivo.

Contrate um bom serviço de detetive particular para investigações particulares

Obviamente, há casos em que uma pessoa consegue desempenhar as duas funções, de espionar e investigar. Contudo, é necessário seguir procedimentos que estejam de acordo com a legislação. Essa preocupação de seguir as leis também deve existir por parte dos clientes e, por esse motivo, quem contrata os serviços de um detetive particular pode ficar tranquilo em relação a isso, pois os detetives não se valem de meios obscuros para alcançar bons resultados. Sabendo a diferença entre estes profissionais, é provável que a sua escolha seja contratar um detetive particular para conseguir provas legais que possam servir para comprovar as suas suspeitas. Por isso, é essencial avaliar o nível de profissionalismo da agência de detetives e a equipe de profissionais dela.

Conte com os serviços de Detetives Particulares de qualidade

A Elite Detetives está no mercado há mais de 20 anos atendendo e solucionando casos de muita relevância, tendo assim uma sólida experiência em investigação particular. Conte conosco para investigar por você. Nossa equipe de detetives particulares irá resolver seu caso, trabalhamos com investigação conjugal, empresarial, familiar, entre outros. Portanto, entre em contato e faça já seu orçamento.

Acabe com suas suspeitas
Whatsapp
Nós te Ligamos Mande um Whatsapp