Telefone:

71 3042.0062

Fechar

Investigação Particular, um jeito diferente de agir

Quem nunca brincou de detetive, aquele jogo de tabuleiro, onde através de pistas se tenta chegar ao culpado, ou, já se imaginou agir como Sherlock Holmes? Pois é, talvez esse personagem britânico seja o detetive mais famoso e mais comentado quando o assunto é investigação particular e espionagem, para a resolução de crimes. Não é para menos, ele conseguia encontrar as respostas, dadas por muitos, como um caso insolúvel, apenas utilizando pistas e a sua lógica dedutiva.  
Detetive particular.
Photo credit: Elitist Czar via VisualHunt / CC BY-NC-SA
É mais ou menos assim, que os detetives no Brasil trabalham, através da lógica e busca por pistas que os ajudem a chegar a uma solução. Claro, que diferentemente de Sherlock, atualmente os detetives contam com o auxílio da tecnologia, facilitando e muito o modo de trabalhar, uma vez que casos antes demorados para se resolver, agora em dias, semanas ou em poucos meses já se tem a solução de crimes, sequestros muitas vezes ditos como impossíveis de ter a resposta.   Voltando ao jogo detetive, se não o melhor, um dos melhores dessa linha de jogos de perguntas, respostas e que usam pistas para conseguir a resolução do problema/caso. Muito difícil não gostar desse jogo, afinal ele mostra de forma bem realista como é difícil solucionar uma investigação criminal, como muitas vezes é preciso juntar pistas para se ter, se não 100% de certeza, mas pelo menos alguns argumentos plausíveis para começar a acusar e tentar ver quem matou e como matou o SR. Carlos Fortuna.  

Números alarmantes de desaparecidos

Segundo pesquisas, a cada ano, em média 250 mil pessoas desaparecem sem deixar nenhuma pista. Pior de tudo desses números, 40% tem menos de 18 anos. Lembrando que estes dados podem ter uma margem de diferença para cima e para baixo, devido a imprecisão e também pelo Brasil ser muito grande e de difícil acesso a todos os registros dos milhares de cidades e municípios que aqui existem.   Quando se fala em pessoa desaparecida, vale ressaltar que se trata de sequestros, sumiços repentinos, por qualquer que seja o motivo, de saúde mental, de estado psicológico, entre outros. Por isso, um número absurdo desse apresentado a cima no texto.  Deixando qualquer família desesperada a procura de seu ente querido, só quem já passou por isso, sabe como é não saber onde ela está, o que podem estar fazendo com ela, uma angústia sem fim. Sendo a polícia, a primeira fonte de busca dessas pessoas, mas nem sempre eles conseguem solucionar ou até mesmo acabam esquecendo de dar continuidade depois de um tempo, lembrando que as primeiras 48 horas são primordiais para esse tipo de casos.   Outro dado alarmante é o Ranking em que o Brasil se encontra quando o caso é sequestro. Ninguém gostaria de estar nessa posição, mas devido a inúmeros problemas, fica difícil evitar. Segundo pesquisas, o país é o quinto país nesse quesito, infelizmente. Só para se ter uma ideia, no ano de 2012, apenas em São Paulo e Rio, ocorreram mil sequestros. Justamente duas cidades bastante visitadas pelos turistas nacionais e internacionais, sendo que estes últimos fazem parte desta estatística negativa. Uma péssima imagem que deixamos mundo a fora.  

 Quando contatar um detetive particular?

É nesse ponto que entra a figura do detetive e da Investigação Particular, afinal, em muitos casos, eles só entram em cena, depois que a polícia não está mais atuante e a família desesperada, os contata para tentarem encontrar o paradeiro desse desaparecido. O problema é que muitas vezes o serviço não é barato, mas o desespero é tão grande, que o sacrifício para se ter uma resposta acaba valendo tudo isso.   A Investigação Particular, possui um diferencial no modo de agir dos policiais. Por isso, muitas vezes são requisitados. Eles atuam com muito sigilo, cautela, escutas, monitoramento, que é um GPS usado para buscar a localização da pessoa. Então, essa é a grande vantagem que um detetive particular tem a oferecer a quem os contrata.    

Related Post

  • Nós te Retornamos

    Mande um Whatsapp